Justiça

Caso Zaira Cruz: PM acusado de estuprar e matar universitária vai a júri popular em Natal

Caso Zaira Cruz: PM acusado de estuprar e matar universitária vai a júri popular em Natal

Defesa do PM pediu para processo ser retirado da Região Seridó, por conta da repercussão do caso na região. TJRN decidiu por transferência para Natal. Crime aconteceu em 2019.O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) decidiu que o júri popular do policial militar Pedro Inácio Araújo, acusado de estuprar e matar a estudante Zaira Dantas Silveira Cruz, de 22 anos, vai acontecer em Natal.O processo corre atualmente na 3ª Vara da Comarca de Caicó, na Região Seridó do Rio Grande do Norte, cidade onde ocorreu o crime, no ano de 2019.A defesa do réu confirmou ao g1…
Ver Mais
Justiça decreta prisão preventiva de advogado suspeito de agredir e ameaçar namorada em Salvador

Justiça decreta prisão preventiva de advogado suspeito de agredir e ameaçar namorada em Salvador

Suspeito foi preso após vítima gritar por socorro dentro de carro em movimento, no bairro do Costa Azul.A Justiça decretou, nesta segunda-feira (26), após audiência de custódia, a prisão preventiva do advogado Roberto João Starteri Sampaio Filho, de 47 anos, preso em flagrante no sábado (24), suspeito de agredir e ameaçar a namorada no bairro Costa Azul, em Salvador.Segundo informações da Polícia Civil, uma viatura da Polícia Militar passava pela Rua Coronel Durval Matos, quando uma mulher viu a equipe e gritou por socorro dentro de um veículo em movimento.O advogado tentou fugir dos policiais, mas bateu o veículo. Por…
Ver Mais
STF nega pedido de Ibaneis para arquivar investigação sobre suposta omissão do governador nos atos de 8 de janeiro

STF nega pedido de Ibaneis para arquivar investigação sobre suposta omissão do governador nos atos de 8 de janeiro

Decisão é de Alexandre de Moraes. Na determinação, ministro afirma que investigação relacionada aos atos criminosos de 8 de janeiro está em andamento regular e que arquivamento do inquérito seria 'prematuro'.O ministro Alexandre de Moraes do Supremo Tribunal Federal (STF) negou o pedido do governador Ibaneis Rocha (MDB) para arquivar investigação sobre suposta omissão do governador nos atos golpistas de 8 de janeiro de 2023.Na decisão do STF, da última sexta-feira (23), o ministro afirma que a investigação relacionada aos atos criminosos de 8 de janeiro está em andamento regular e que o arquivamento do inquérito seria "prematuro"."Incabível ao investigado…
Ver Mais
MP apresenta denúncia contra genro de Flordelis por ameaça contra advogado

MP apresenta denúncia contra genro de Flordelis por ameaça contra advogado

Elias de Souza Azevedo foi preso em flagrante após ameaçar e, segundo a denúncia, agredir Ângelo Máximo Macedo da Conceição, assistente de acusação do Caso Flordelis.O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) apresentou à Justiça uma denúncia contra Elias de Souza Azevedo, genro da ex-deputada e pastora Flordelis dos Santos, por ameaçar o advogado que representa a família do pastor Anderson do Carmo, assassinado em julho de 2019.Elias foi preso em flagrante, no dia 31 de janeiro, após ameaçar Ângelo Máximo, na frente de sua casa, no bairro de Piratininga, Niterói, na Região Metropolitana do Rio.Antes disso, no dia…
Ver Mais
Bolsonaro deve depor nesta terça à PF em inquérito que apura se ex-presidente importunou baleia no litoral de SP

Bolsonaro deve depor nesta terça à PF em inquérito que apura se ex-presidente importunou baleia no litoral de SP

Ex-presidente terá de explicar se teria se aproximado além do permitido em lei de uma baleia jubarte em um passeio de moto aquática. Assessor dele, Fabio Wajngarten estava no passeio e também terá de prestar esclarecimentos sobre o caso.O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e seu assessor e ex-ministro Fabio Wajngarten são esperados na sede da Polícia Federal de São Paulo nesta terça-feira (26), às 14h30 e às 15h30, respectivamente, para prestar esclarecimentos no inquérito que apura se o ex-presidente importunou uma baleia jubarte durante um passeio de moto aquática no litoral de São Paulo.Wajngarten também estava no passeio e terá…
Ver Mais
Justiça do Rio decreta nova prisão de Lívia Moura por golpe com ingressos do Rock in Rio

Justiça do Rio decreta nova prisão de Lívia Moura por golpe com ingressos do Rock in Rio

Ela já está presa preventivamente por suspeita de estelionato durante o carnaval. Suspeita desobedeceu ordem de colocar tornozeleira eletrônica.A Justiça do Rio decretou, nesta terça-feira (20), a prisão preventiva de Lívia Moura no inquérito em que ela é apontada como responsável por um esquema que clonou o site do próprio Rock In Rio para vender ingressos falsos. O caso é de 2022, e Lívia chegou a ter direito à prisão domiciliar, mas desobedeceu à determinação judicial de colocar tornozeleira eletrônica."Conforme consta dos autos, a investigada teve a substituição de sua prisão pela domiciliar, em 14/12/2022, mediante a condição de monitoramento…
Ver Mais
PF investiga uso de documento de prefeito de São Sebastião em depósitos envolvendo empresa de Renato Cariani; entenda

PF investiga uso de documento de prefeito de São Sebastião em depósitos envolvendo empresa de Renato Cariani; entenda

Depósitos com o CPF de Felipe Augusto (PSDB) totalizam R$ 379,3 mil e foram feitos entre 2015 e 2019. Na época, atual prefeito de São Sebastião era secretário em Caraguatatuba (SP). Ele nega envolvimento nas transações.A Polícia Federal investiga a utilização do CPF do atual prefeito de São Sebastião, no Litoral Norte de SP, Felipe Augusto (PSDB), em transações envolvendo a empresa do influenciador Renato Cariani – que foi indiciado por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.O caso foi revelado pelo Portal Metrópoles e confirmado pela Rede Vanguarda.No documento que embasou a denúncia do Ministério Público de SP, a…
Ver Mais
Prefeito de São José do Barreiro (PSD), Lê Braga, é detido pela Polícia Federal

Prefeito de São José do Barreiro (PSD), Lê Braga, é detido pela Polícia Federal

Político foi abordado no trecho de Pindamonhangaba, na Dutra, e conduzido à delegacia da Polícia Federal em Cruzeiro (SP).O prefeito de São José do Barreiro (SP), Alexandre de Siqueira Braga (PSD), conhecido como Lê Braga, foi detido pela Polícia Federal na manhã desta segunda-feira (19).O político foi abordado pelos policiais no trecho de Pindamonhangaba, na Dutra, e conduzido à delegacia da Polícia Federal em Cruzeiro (SP). Até às 13h45, ele seguia na delegacia.O motivo da prisão não foi informado oficialmente pela Polícia Federal até a publicação da reportagem. A Prefeitura de São José do Barreiro também não se manifestou sobre…
Ver Mais
Ronnie Lessa é condenado pela Justiça Federal por contrabando de peças de armas de fogo

Ronnie Lessa é condenado pela Justiça Federal por contrabando de peças de armas de fogo

Na sentença, a Justiça Federal afirma que o ex-PM Ronnie Lessa importou ilegalmente produtos controlados pelo Exército.O ex-policial militar Ronnie Lessa foi condenado pela Justiça Federal a seis anos e oito meses de prisão, em regime semi-aberto, por contrabando de peças de armas de fogo.O processo é um desdobramento da apreensão de peças de 117 fuzis desmontados em 2019 na Zona Norte do Rio. Na época, a investigação da Polícia Civil apontou Lessa como o responsável pelo arsenal.A sentença determina a pena de 6 anos e 8 meses de reclusão em regime semi-aberto para o ex-policial. Ronnie Lessa já está…
Ver Mais
PM que matou morador da Maré com tiro à queima-roupa pode ir a júri popular

PM que matou morador da Maré com tiro à queima-roupa pode ir a júri popular

Inicialmente autuado por homicídio culposo, cabo responderia à Justiça Militar, mas MP levou caso para a competência do Tribunal do Júri, onde será julgado caso seja denunciado. PM atirou com fuzil em morador que participava de manifestação.O cabo da PM Carlos Eduardo Gomes dos Reis, que matou à queima roupa com um tiro de fuzil o morador Jefferson de Araújo Costa, será julgado pela Justiça comum – e pode ir a júri popular.O Ministério Público do Rio (MPRJ) pediu, e o juízo da Auditoria da Justiça Militar acatou, nesta quinta-feira (15), que o policial responda por homicídio doloso – quando…
Ver Mais