Brasil Pastor é denunciado por associar orixás à violência armada...

Pastor é denunciado por associar orixás à violência armada em clipe

-

- Advertisment -

O pastor evangélico que compôs uma música que associa orixás à violência nas periferias, foi denúnciado ao Ministério Público da Bahia (MP-BA), por supostamente cometer intolerância religiosa.

Lideranças religiosas de matriz africana e povos de axé se sentiram ofendidos e assionaram o MP. Intitulada “Pra Trás da Cruz”, a música é do pastor Irmão Júlio e o clipe simula uma guerra de tráfico e violência armada em uma comunidade da capital baiana.

Além dos nomes de bairros Salvador, a letra da música cita os orixás em contraponto à presença da religião cristã e do neopentecostalismo na Bahia.

“Dizem que a Bahia é de todos os santos, mas não é verdade, ela é do Espírito Santo”; “Não tem Oxumaré e nem Exu Caveira, meu Deus manda em São Tomé e também lá na Engomadeira. Pra trás da cruz, eu profetizo que a Bahia é de Jesus”, são alguns dos trechos da música.

O caso foi registrado em delegacia que investiga o crime de racismo religioso. O pastor gravou um vídeo em que diz que “não tem nada contra” os povos de matrizes africanas.

No vídeo gravado posteriormente, ele não pede desculpas à comunidade religiosa, e alega que a ofensa não foi intencional.

“Eu sou o compositor, eu produzi o clipe, e assumo toda a responsabilidade. Quero deixar bem claro ao pessoal de matriz africana, que eu não tenho nada contra eles e, jamais, a minha intenção foi de atingir o pessoal de matriz africana”, diz ele no vídeo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimas Notícias

Além da Ilusão: Heloísa confessa crime de Joaquim para Violeta

Violeta (Malu Galli) verá sua vida virar completamente de cabeça para baixo em Além da Ilusão. Isso porque a...

Colesterol alto é fator de risco para doenças cardiovasculares

O presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes - Regional RJ (SBD-RJ), Daniel Kendler, lembra, no Dia Nacional...

“Bolsonaro é um criador de crises”, diz Maílson da Nóbrega

Exatamente. O desafio dos dois, mas é mais do Bolsonaro do que do Lula, é reduzir a...