Sul O sinal verde para as obras de modernização do...

O sinal verde para as obras de modernização do aeroporto de Passo Fundo será assinado nesta semana

-

- Advertisment -

Anunciada há quase um mês, a ordem de início para as obras de ampliação e modernização do aeroporto regional Lauro Kortz, em Passo Fundo (Região Norte do Estado) receberá finalmente a rubrica do governador Eduardo Leite e do titular da Selt (Secretaria de Logística e Transportes), Juvir Costella. A cerimônia de assinatura está marcada para as o meio-dia desta sexta-feira (6).

Os trabalhos devem durar em torno de 12 meses. Ao todo, o investimento é estimado em R$ 45 milhões, dos quais 97% são provenientes do Fnac (Fundo Nacional de Aviação Civil) – via Ministério da Infraestrutura – e o restante do Executivo gaúcho.

Dentre as melhorias previstas estão a reconstrução e sinalização da pista de pouso e decolagem (incluindo balizamento luminoso), bem como a implantação de áreas de segurança nas cabeceiras, sistema de drenagem e pátio de aeronaves.

Também serão providenciados um novo terminal de passageiros, estacionamento para veículos e uma via de acesso, além de equipamentos e auxílios à navegação aérea, a fim de permitir a operação por instrumentos. Com isso, o terminal poderá receber aeronaves de grande porte e aproximadamente 300 mil passageiros por ano.

À espera de decolagem

As obras de ampliação e modernização do aeroporto de Passo Fundo estavam programadas para começar no segundo semestre do ano passado. O processo, entretanto, acabou paralisado por causa de um impasse relativo à proposta de recuperação da pista de pouso e decolagem, já que algumas características estavam em desacordo com o previsto no anteprojeto.

A empresa vencedora da licitação, realizada no ano anterior, foi o consórcio Traçado-Engelétrica, que ao longo dos últimos meses manteve contato permanente com o corpo técnico dos governos estadual e federal.

Em declaração ao site oficial www.estado.rs.gov.br no dia 9 de outubro, o titular da SPGG (Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão), Claudio Gastal, havia detalhado a solução do problema:

“O debate técnico envolveu principalmente, a utilização de camada com asfalto polímero, item que garantirá maior durabilidade ao piso. Nós e a Anac [Agência Nacional de Aviação Civil] fizemos questão de mantê-lo, então o consórcio compreendeu nosso pedido”.

Na mesma data, o governador Eduardo Leite enalteceu a relevância da obra, muito esperada e de grande utilidade não só para Passo Fundo, mas para toda o Norte do Rio Grande do Sul:

“O novo aeroporto vai gerar emprego e renda, estimulando o desenvolvimento regional. Desde o início do governo, estamos trabalhando para melhorar a infraestrutura do aeroporto de Passo Fundo e tirar esse projeto do papel”, finalizou.

(Marcello Campos)

Ultimas Notícias

Renova Energia focará sua atuação na geração eólica e possui 5 GW em projetos

São Paulo, setembro de 2021 – A fonte eólica possui 19,1 GW de capacidade instalada no Brasil e...

Renova Energia inicia novo ciclo e possui projetos que juntos somam 5 GW de energia eólica

São Paulo, setembro de 2021 – A Renova Energia, pioneira no Brasil na geração por fontes renováveis, anunciou...

Nordeste sustenta abastecimento de eletricidade no País

A previsão é que a eletricidade gerada pela força dos ventos alcance...

Geração dos ventos torna-se aliada contra a crise de energia do País

A previsão é que a eletricidade gerada pela força dos ventos alcance...