Homem é perseguido e espancado até a morte em Porto Alegre, diz polícia

Crime aconteceu na noite de domingo (4) após desentendimento durante apresentação musical.

Um homem de 38 anos foi perseguido e espancado até a morte por um grupo de pessoas durante a noite de domingo (4) em Porto Alegre. Ele foi identificado pela polícia como Jeferson Fernando da Silva.

De acordo com o delegado, Vinícius Seolin, por volta das 21h, um grupo de pessoas acompanhava uma apresentação musical na Praça México, no bairro Rubem Berta, quando houve um desentendimento.

Uma das pessoas fugiu, mas foi perseguida por outras quatro, espancada e morta. Os suspeitos de terem cometido o crime usaram pedras e pedaços de pau. Após fugir, eles foram localizados pela Brigada Militar (BM) na Avenida Adelino Ferreira da Silva.

“Eles foram detidos por serem suspeitos desse óbito. Cabe salientar que eles, a todo momento, incitavam a população a investir contra os policiais, faziam apologia ao crime organizado, bradando que faziam parte de organização criminosa que atua no bairro Rubem Berta e, no final do procedimento, acabaram desacatando os policiais militares”, relata o delegado Seolin.
Segundo o delegado Seolin, houve a necessidade do uso de bombas de efeito moral para dispersar as pessoas que hostilizavam os policiais militares.

O grupo foi levado para uma delegacia de polícia e, então, para uma casa prisional. O motivo do desentendimento que levou ao assassinato ainda não está claro.

By Natasha Figueredo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também