Temporal atinge o RS e deixa milhares sem luz

Só em Porto Alegre, choveu mais de 30 milímetros, um terço do previsto para todo o mês de março. Além de deixar a população sem luz, a instabilidade climática derrubou árvores e alagou ruas

O temporal que atingiu o estado na quarta-feira (29) deixou milhares de pessoas sem acesso à energia elétrica no Rio Grande do Sul, problema que persiste nesta quinta (30).

Segundo a Rio Grande Energia (RGE), responsável pelo abastecimento de energia elétrica de 381 municípios do RS, há 30 mil pontos com falta de luz, a maioria nas regiões Central, Sul e Noroeste do estado. O número chegou a 52 mil na noite de quarta.

Já a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) Equatorial, que fornece luz para Porto Alegre e cidades da Região Metropolitana, há problemas em pontos isolados dos bairros Partenon, Santana, Santo Antônio, Montserrat, Bela Vista e Petrópolis da Capital. Os estragos foram causados, principalmente, devido à chuva e ao vento fortes que derrubaram árvores que caíram sobre a rede elétrica.

As duas concessionárias divulgaram que trabalharam para reestabelecer o fornecimento de luz nas cidades em que operam no estado.

Só em Porto Alegre, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), choveu mais de 30 milímetros, um terço do previsto para todo o mês de março. Além de deixar a população sem luz, a instabilidade climática derrubou árvores e alagou ruas.

Rua alagada por causa da chuva em Porto Alegre

Segundo a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), alagaram os cruzamentos das avenidas Edvaldo Pereira Paiva e João Goulart, das ruas Sarmento Leite e Luiz Englert e em trechos das avenidas Benjamin Constant e Cavalhada.

Também houve acúmulo de água da chuva na Avenida Érico Veríssimo e na Rua José Alencar, além de pontos do bairro Cidade Baixa.

Até a noite de quarta, havia árvores caídas nas ruas Dona Fermina, no bairro São José, e na Guilherme Schell e Plácido de Castro, no bairro Azenha.

A Unidade de Saúde Modelo, no bairro Santana, sofreu danos. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, com a entrada de água na estrutura, foi necessário restringir o serviço na noite de quarta-feira. Também houve falta de energia elétrica, o que inviabilizou o atendimento. Até as 23h40min, não foi informado se o local irá funcionar nesta quinta-feira.

 

Rua alagada por conta da chuva em Porto Alegre

By Natasha Figueredo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também