Saúde Homem é internado com dor no dedão e é...

Homem é internado com dor no dedão e é diagnosticado com câncer no rim

-

- Advertisment -

Uma visita simples ao médico para verificar uma dor no dedão do pé que causou inchaço no tornozelo e na perna se tornou um pesadelo para o americano Richard Bernstein, 62 anos. Ao investigar as causas do problema, os médicos encontraram um câncer em estágio avançado em um dos rins — sem tratamento, ele só teria mais quatro dias de vida.

Bernstein passou por uma cirurgia de emergência que durou mais de 12 horas, onde os profissionais de saúde retiraram o rim e o tumor de quase meio quilo do corpo do paciente. O paciente ficou resfriado a uma temperatura de 18 graus para diminuir a circulação sanguínea e permitir o procedimento.

O câncer tinha se espalhado para dentro de duas artérias importantes, causando um aumento de pressão nos membros inferiores e causando a dor no dedo. Bernstein já havia procurado um hospital cinco anos antes com a dor, mas como não havia fratura, os médicos o mandaram para casa.

O americano completou o tratamento, já voltou a andar e está considerado livre do câncer há três meses. “Se minha perna inteira não tivesse inchado, eu teria morrido“, conta Bernstein, em entrevista ao jornal New York Post.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimas Notícias

Menina de 11 anos grávida após ser estuprada consegue fazer aborto legal

A menina de 11 anos, que teve o direito ao aborto legal negado em Santa Catarina, conseguiu...

Guito lembra 1° encontro com Almir Sater: “Vinte minutos sem falar”

Guito, ator de Pantanal, participou do programa Encontro com Fátima Bernardes nesta quinta-feira (23/6) e comentou a relação com Almir...

Milton Ribeiro e pastores passam por audiência de custódia nesta 5ª

Os presos durante a Operação Acesso Pago, da Polícia Federal, passarão por audiência de custódia nesta quinta-feira (23/6). O ex-ministro...

Estudo mostra que câncer de mama se espalha mais durante a noite

Um time de pesquisadores da ETH Zurich, na Suíça, descobriu que as células do câncer de mama se espalham...